https://d1uzdx1j6g4d0a.cloudfront.net/players/topo/18/62916?identifier=www.radiobrasilnordeste.com&source=1377
 
CARD GRANJA ALMEIDA MAI2022.png
DUO_BANNER HORIZONTAL.jpg

É permitida a transcrição total ou parcial das matérias deste blog, DESDE QUE CITADA A FONTE

2022: QUEM SÃO OS PRÉ-CANDIDATOS A DEPUTADO VINCULADOS A GARANHUNS?

Atualizado: 14 de fev.

As pré-campanhas iniciadas desde setembro de 2021, prenunciam um ano de intensos combates nas diversas trincheiras do país. Em Pernambuco, inclusive no interior, as movimentações também já foram iniciadas. Em muitas, o bairrismo dita as normas.

Garanhuns, localizada no Agreste Meridional de Pernambuco tem, segundo censo mais recente do IBGE, 140 mil e 577 habitantes. Destes, 91 mil e 317 são portadores de títulos eleitorais válidos, isto é, estão habilitados a votarem nas eleições vindouras. Com esses percentuais amplos, percebe-se a real possibilidade de eleger-se no município não apenas um, mas até dois representantes em nível estadual, além de um deputado federal - isto sem a necessidade de votos regionais -, dependendo naturalmente da definição dos quocientes eleitorais.

As disputas para os cargos legislativos, federal ou estadual, mesmo que se deseje fugir dos debates nacionais, passa inevitavelmente pelas posições ideológicas dos grupos, em um momento onde a polarização entre esquerda e direita geram acirrados debates entre apoiadores e até fanáticos de ambos os times.

GARANHUNS E SEUS PRÉ

No páreo na disputa para uma vaga de Deputado estadual, entre os nomes que nasceram em Garanhuns, aqui construíram sua história ou mesmo tem vínculos familiares em primeiro grau com o município, estão os pré-candidatos Izaías Régis Neto (PSDB), ex-prefeito e ex- deputado; Zaqueu Naum Lins (PL), ex-vereador; Caio Albino (Advogado e Gerente da CODEAM); Coronel PM Marcos Campos (PSL); Débora Almeida, Procuradora Federal, natural de Garanhuns e ex-prefeita de São Bento do Una e Priscila Krause, deputada estadual, casada com o empresário garanhuense Jorge de Noronha Branco, este filho do ex deputado federal constituinte Dr. José Tinoco. Um outro nome que circula é o do Professor Pedro Falcão, Reitor da Universidade de Pernambuco, UPE. Além destes, alguns nomes de postulantes integrantes da Direita Conservadora local ainda encontram-se em fase de definição, aguardando sinalização nacional ou estadual.

Já para a Câmara Federal, Garanhuns dispõe dos nomes de dois filhos da terra a exemplo do jornalista Fernando Rodolfo (PL), já em cumprimento de seu primeiro mandato em Brasília e postulante à reeleição e o do vereador Gersinho Filho (PTB), também em cumprimento da sua legislatura municipal.


OPÇÕES E ALTERNATIVAS

Com a vantagem de ser recém saído da gestão municipal, à qual serviu por 08 anos e experiente no parlamento em três ocasiões na ALEPE, IZAIÁS RÉGIS que inclusive presidiu aquela casa legislativa, detém inicialmente a vantagem do recall, isto é a lembrança clara do seu nome na mente dos eleitores, além de ter legitimidade para opinar acerca da administração atual, por ter sido o protagonista em muitas das ações sequenciadas pela atual gestão. Simpático à pesquisas, às quais interpreta com desenvoltura, o ex-gestor vem monitorando com frequência o cenário político regional e local e defende o nome da presidente estadual do seu partido e prefeita Raquel Lyra, à Governadora, como uma opção oposicionista ao PSB do Governador Paulo Câmara.

ZAQUEU NAUM LINS, serviu ao legislativo municipal como Vereador em 05 oportunidades e sempre com votações expressivas. De um comportamento mais discreto, membro da Igreja Batista em Garanhuns e apoiado por muitos representantes de várias denominações evangélicas locais e regionais, detém a simpatia das populações de muitas localidades, representadas dentre outras pelas históricas votações no Indiano, o maior bairro da cidade. Zaqueu inclusive já disputou em 2014 o cargo de deputado estadual, obtendo expressivos 23.504 votos e recentemente em 2020, como candidato a Prefeito, recebeu votação de 25,54% dos garanhuenses - equivalente a 16.489 eleitores - para o cargo de prefeito.

CAYO ALBINO, é advogado e ocupa a função de Gerente da CODEAM – Comissão de Desenvolvimento do Agreste Meridional, entidade que congrega cerca de 24 municípios da região. Filho do atual Prefeito Sivaldo Albino (PSB), Cayo, que tem 23 anos, vem acompanhando as agendas locais e regionais às quais seu genitor e mentor político comparece, bem como concedendo entrevistas a alguns veículos de comunicação de Garanhuns, sendo reiteradamente apresentado a diversos setores da sociedade como opção ‘outsider’ para uma vaga na ALEPE, espaço que seu pai também já ocupou.

DÉBORA ALMEIDA nasceu em Garanhuns e no Posto do INSS local desempenha a atividade de Procuradora Federal. Tendo sido prefeita bem avaliada por duas vezes do município de São Bento do Una e Secretaria da Mulher na AMUPE. Débora é filha do empresário do ramo avícola José de Almeida, um dos maiores fomentadores de emprego e produção de ovos do estado. Por sua atividade na procuradoria, ela mantém estreito e constante relacionamento com a população de Garanhuns. Desembarcando do PSB, comenta-se a possibilidade de uma filiação da ex-gestora ao Partido Progressista, PP. Por outro lado, como amiga de Raquel Lyra desde o período na qual a atual prefeita de Caruaru era deputada e sendo vista com frequência no movimento oposicionista ‘Levanta Pernambuco’, ventila-se ainda a provável adesão de Débora Almeida ao PSDB.

PRISCILA KRAUSE é jornalista, casada com o empresário garanhuense e diretor da Rádio Marano FM, Jorge de Noronha Branco. Como deputada estadual, cumprindo seu segundo mandato na ALEPE, Priscila que já foi vereadora do Recife é filha do ex governador e ex ministro da Fazenda, Gustavo Krause. Realizou um importante trabalho em defesa da bacia leiteira do agreste meridional, usando a tribuna da ALEPE e suas participações na mídia para dar espaço aos debates sobre a pauta. Na cultura, foi a idealizadora da ‘Casa das Artes’, espaço privado criado em Garanhuns na residência do seu sogro, Dr. José Tinoco, mas com acesso livre à população durante as edições do Festival de Inverno de Garanhuns e que oportunizou a inclusão de muitos artistas que não tinham espaço na programação oficial da FUNDARPE, durante o evento.

CORONEL MARCOS CAMPOS, é evangélico e reside em Garanhuns, município onde também teve a missão de comandar a unidade local da Polícia Militar, o 9º BPM, Batalhão Arruda Câmara, além de ter comandado o 4º BPM em Caruaru. Como Secretário do Partido Social Liberal (PSL) em Pernambuco, Coronel Campos foi Coordenador da campanha de Luciano Bivar à Deputado Federal no Agreste. Com bom trânsito entre diversas matizes da política pernambucana, mas mantendo um viés conservador, o militar da reserva ainda chegou a assumir a Superintendência Regional do INCRA em Pernambuco. Durante sua passagem pelo Comando do 9º BPM em Garanhuns, foi o responsável pela implementação de estratégias de inteligência que à época ajudaram a reduzir substancialmente os índices de violência nas cidades atendidas por seu comandados, tendo reconhecido papel da sociedade nessa ação.

O professor PEDRO FALCÃO, atual Reitor da Universidade de Pernambuco – UPE, também vem sendo apontado como nome para disputar o cargo de Deputado estadual. Apesar disso e com extenso currículo no setor da Educação, Falcão que é natural de São João mas tem Garanhuns como base, apesar de não se apresentar como pré-candidato, vem recebendo incentivos da maior parte do Diretório escolar e alunato da UPE, aprovação dos membros da Reitoria que representa, como também das 15 unidades de ensino espalhados pelo Estado, além de três complexos hospitalares. Sua entrada na disputa ao cargo, portanto, já nasceria substancialmente robusta e com possibilidades de vitória.

Os nomes citados vem se movimentando sutilmente ou mesmo de forma mais evidente nas suas bases e algumas pesquisas contratadas também já circulam internamente, para uma avaliação dos partidos e pré-candidatos sobre suas reais chances de participação e vitória no pleito que virá, já considerado um dos mais difíceis desde a redemocratização do país.
5 comentários