https://d1uzdx1j6g4d0a.cloudfront.net/players/topo/18/62916?identifier=www.radiobrasilnordeste.com&source=1377
 
CARD GRANJA ALMEIDA MAI2022.png
DUO_BANNER HORIZONTAL.jpg

É permitida a transcrição total ou parcial das matérias deste blog, DESDE QUE CITADA A FONTE

ACABOU: EM 2ª E DEFINITIVA VOTAÇÃO, CÂMARA DE SÃO JOÃO DECIDE POR REJEIÇÃO DE CONTAS DE EX-PREFEITO

Com a decisão desta tarde, repetindo a primeira votação realizada na semana passada, José Genaldi Zumba perdeu os direitos políticos e tornou-se inelegível para qualquer cargo público, pelos próximos 08 anos.
Os vereadores do município de São João voltaram a se reunir na tarde desta terça-feira (18), para segunda votação que definiu o destino político do ex-prefeito Genaldi Zumba (PSD), que governou o município entre os anos de 2013 a 2020.

A recomendação dos Tribunal de Contas de Pernambuco (TCE-PE) pela rejeição de contas do ex-gestor foi seguida mais uma vez pelos vereadores Maikon Correia, Pierre Santiago, Renata da Saúde, Rosineide de Zé Môco, Otoniel Bigodão e Paulo Barbosa que semelhantemente à primeira votação acompanharam o parecer técnico do Tribunal e da relatoria da citada Comissão pela rejeição de contas de Genaldi Zumba.

Os votos em defesa do ex-prefeito e contra a recomendação do TCE-PE, também se repetiram e foram registrados pelos vereadores Heleno de Dra. Albertina, Renato Virgulino, Leo Manobra, Antonio Carlos (Tonho Feio) e Maguila.

Apesar do seu direito à ampla defesa, o ex-prefeito não se manifestou sobre o caso dentro dos 30 dias que teria para para apresentar suas argumentações. Com o resultado, Genaldi Zumba não terá outra oportunidade de se defender, se tornando impossibilitado de concorrer a qualquer cargo público pelo período de 08 anos, a contar da decisão final.

Após a votação/decisão da Câmara Municipal, populares iniciaram uma manifestação através de fogos de artificio, pirotecnia que se estendeu por boa parte da noite em São João.

0 comentário