https://d1uzdx1j6g4d0a.cloudfront.net/players/topo/18/62916?identifier=www.radiobrasilnordeste.com&source=1377
 
CARD GRANJA ALMEIDA MAI2022.png
DUO_BANNER HORIZONTAL.jpg

É permitida a transcrição total ou parcial das matérias deste blog, DESDE QUE CITADA A FONTE

ACERTO: Eleições suplementares em Palmeirina e Capoeiras tiveram resultados previstos pela ELEITA

Mesmo com as variações naturais de uma pesquisa, a Eleita Marketing, Assessoria e Pesquisa acertou em cheio os números das eleições suplementares realizadas neste final de semana no Agreste pernambucano

O valor de pesquisas sérias continua sendo alto, principalmente no meio político-eleitoral. O números colhidos no campo, através de métodos científicos, transformam-se em estatísticas técnicas e tentam aproximar-se da realidade, que repercute nas urnas. Além de dar um norte às campanhas eleitorais, as pesquisas registradas e publicadas influenciam sim na decisão final do eleitor: o voto.

No entanto, em algumas situações as pesquisas poder ser “enganadas”. Trata-se do chamado Espiral do Silêncio, uma teoria da ciência política e comunicação de massa na qual o entrevistado omite sua opinião, quando esta se contradiz com a da maioria, com temor da crítica ou mesmo da zombaria. Muitas vezes, isso explica o porquê de algumas pesquisas não “baterem” com o resultados finais.


QUANTO CUSTA UMA PESQUISA


Respondendo a esta pergunta com outra pergunta: quanto vale o cargo que o candidato anseia?

Um dos maiores erros dos candidatos é não saber as necessidades da população. Não adianta se preocupar com a imagem que você quer passar se não considerar em momento algum as pessoas mais importantes desse cenário: os eleitores.

A preocupação genuína em resolver os problemas da sua cidade não é suficiente se você não souber o que precisa ser feito. É preciso mais do que apenas os “achismos” do candidato e da sua equipe para resolver as demandas de maneira eficiente.

Por meio das pesquisas qualitativas, é possível descobrir com quais sentimentos os eleitores mais se identificam e por que, como eles veem outros políticos em nível estadual e federal para saber se vale a pena fechar alianças e seguir uma linha de governo parecida ou se essa abordagem não funciona para os cidadãos. Através das quantitativas, medir intenções e percentuais de eleitores dispostos a transformar sua crença em apoio.

Portanto, pesquisa não tem um preço e sim um VALOR. Deve-se pagar o que for necessário a um bom Instituto para ter ao final, dados honestos que ajudem o candidato a cumprir com sucesso sua empreitada e o para que o investimento tenha valido à pena.

ELEITA MARKETING, ASSESSORIA E PESQUISA

Nas duas eleições suplementares realizadas neste domingo (04) no Agreste, a empresa ELEITA: Marketing, Assessoria e Pesquisa, teve papel importante. Criada há 26 anos pelo Analista de Sistemas Norte-Americano Tone Sua’ava Pule, focava inicialmente o levantamento de dados para eleições e na sequencia se aprimorando nas pesquisas governamentais e também mercadológicas.


Segundo o Diretor-Fundador da Eleita, a pesquisa de Palmeirina foi feita por conta própria, mas os resultados foram repassados para a Delegada. Ainda segundo ele, os números levantados em Palmeirina na segunda-feira que antecedeu as eleições (27/9), a Delegada tinha 56,8% das intenções de voto enquanto sua adversária Marili Catão, aparecia com 35,9%. O número de “Indecisos” no levantamento era de 4,5% e “Ninguém” 2,7%.

Já na pesquisa de Capoeiras, a ELEITA trabalhou para o vitorioso Nêgo do Mercado. Os números para aquele município, levantados na terça-feira (28/09), há 05 dias das eleições, foram: Nego 52,8% e Celina 34,9%. O número de “Indecisos” de 10,4, “Ninguém” 1,8%. No levantamento, a ELEITA percebeu que, tanto em Palmeirina e Capoeiras, houve grande abstenção. Em ambas as eleições, detalhou Tone, os indecisos migraram para Marili (Palmeirina) e Celina (Capoeiras), porém os líderes mantiveram seus percentuais praticamente inalterados.

A ELEITA vem prestando serviços em todo Agreste Meridional e Mata Norte, com clientes também na Mata Sul, outras micro-regiões do agreste, no sertão e também os estados de Alagoas e Paraíba.

Ainda segundo o seu fundador, conhecido também como "O Americano das pesquisas", a empresa “Tem como meta trabalhar com a prefeitura para melhorar a gestão com relação à prestação de serviço de melhor qualidade para a população do município.”

A ELEITA já realizou pesquisas nos seguintes municípios: Aguas Belas, Aliança, Angelim, Araçoiaba, Arcoverde, Buenos Aires, Bezerros, Bom Conselho, Bom Jardim, Brejão, Caetés, Caruaru, Casinhas, Calçado, Calumbi, Camutanga, Canhotinho, Capoeiras, Carpina, Chã de Alegre, Condado, Correntes, Feira Nova, Ferreiros, Garanhuns, Gloria de Goitá, Goiana, Iati, Ibimirim, Ibirajuba, Inajá, Itaiba, Itambé, Itaquitinga, João Alfredo, Jucati, Jupi, Jurema, Lagoa do Carro, Lagoa de Itaenga, Lagoa do Ouro, Limoeiro, Machados, Manari, Nazaré da Mata, Orobó, Palmeirina, Paranatama, Passira, Paudalho, Pedra, Pesqueira, Quipapá, Riacho das Almas, Salgadinho, Saloá, Sanharó, São Caitano, São João, São Vicente Ferrer, Solidão, Surubim, Tamandaré, Terezinha, Timbaúba, Tracunhaém, Tupanatinga, Venturosa, Vicência, Vitória de Santo Antão, todas em Pernambuco, além de Paulo Jacinto (AL) e Natuba (PB).


ELEIÇÕES SUPLEMENTARES

Em relação aos resultados obtidos nos municípios pernambucanos de Palmeirina e Capoeiras, ambas no agreste, os eleitores voltaram as Seções Eleitorais neste Domingo (03/10), para cumprimento das Eleições Suplementares.

Em Palmeirina, a eleita foi a Delegada Tathianne (Solidariedade), disputando contra a candidata Marilí Catão (MDB), com um percentual de mais de 57,70% dos votos. Já em Capoeiras, o vencedor foi o candidato Nêgo do Mercado (PSB) que venceu Celina de DUDU (PL). O prefeito eleito teve 52,67% dos votos. Ambos deverão assumir os cargos até o dia 29 de Outubro.

A data exata da posse ainda será definida pelo TSE.

0 comentário