https://d1uzdx1j6g4d0a.cloudfront.net/players/topo/18/62916?identifier=www.radiobrasilnordeste.com&source=1377
top of page
CARD GRANJA ALMEIDA OUT2022.png
DUO_BANNER HORIZONTAL.jpg

É permitida a transcrição total ou parcial das matérias deste blog, DESDE QUE CITADA A FONTE

Banner Quinze ate 31Out.jpg
Banner_site_novos_planos.png

Ainda sob clima de polarização, diplomação dos eleitos foi realizada em Pernambuco

Mesmo com o fechamento das urnas referentes ao pleito 2022, a divisão ideológica parece que não terá fim. Com o resultado em relação à presidência tendo favorecido a esquerda, o legislativo federal e em muitos estados terá forte resistência conservadora
Coronel Meira faz gesto da 'arminha' e Ana Arraes faz o "L" de Lula: Polarização segue forte

A cerimônia de diplomação dos candidatos eleitos por Pernambuco para a governadoria, senado, câmara federal e assembleia legislativa transcorreu de forma tranquila na tarde desta segunda (19), data final dada pela justiça eleitoral para que os eleitos pudessem ser reconhecidos e aptos para a posse que acontecerá para o executivo já no próximo dia 1º de Janeiro de 2023 e um mês após em 01 de Fevereiro, para deputados federais, estaduais e senadora.

Mas a tranquilidade do evento, realizado desde as 16 horas no Teatro Guararapes, interior do Centro de Convenções de Olinda, não impediu manifestações de ambas as correntes políticas polarizadas

Mesmo com pedidos firmes do Presidente do TRE-PE e condutor da cerimônia, Desembargador André Guimarães, (na foto entre a Deputada Luciana Santos e o atual presidente da ALEPE Eriberto Medeiros) para que cessassem as manifestações políticas de ambas as partes no ambiente e o sutil recado dado pela governadora eleita e diplomada Raquel Lyra (PSDB), de que “O momento é de união”, gritos acalorados de conservadores eram escutados simultaneamente, quando petistas entoavam trechos de jingle político de Lula, que ecoaram no teatro lotado.

Para tornar o ambiente ainda mais acalorado, diversos políticos diplomados faziam gestos que reafirmavam suas posições, como o ‘L’, exaustivamente repetido pela Senadora eleita Teresa Leitão (PT) e deputado federal eleito Doriel Barros, da mesma legenda.

Patriotas conservadores não ficaram para trás: O deputado federal Coronel Meira (PL) fez “arminha”, lembrando gesto repetido em algumas ocasiões por Jair Bolsonaro, além dos estaduais Coronel Feitosa, e Abimael Santos, também eleitos pelo viés conservador, estes últimos que não gesticularam, mas foram ovacionados por bolsonaristas presentes.

A deputada ainda estadual, mas eleita para seu primeiro mandato federal, Clarissa Tércio (PP) também foi bastante aplaudida.

0 comentário
bottom of page