https://d1uzdx1j6g4d0a.cloudfront.net/players/topo/18/62916?identifier=www.radiobrasilnordeste.com&source=1377
 
CARD GRANJA ALMEIDA OUT2022.png
DUO_BANNER HORIZONTAL.jpg

É permitida a transcrição total ou parcial das matérias deste blog, DESDE QUE CITADA A FONTE

Banner Quinze ate 31Out.jpg
Banner_site_novos_planos.png

1ª parcela do 13º, liberado pelo Governo de Paranatama, injeta cerca de 2 milhões na economia local

Em meio às crises causadas pela alta da inflação e agravada pelas chuvas com enchentes na região agreste, a decisão do prefeito Valmir do Leite em autorizar o pagamento antecipado de valores aos funcionários, vem sendo um alento para a economia local
O prefeito Valmir do Leite percorreu o município durante período mais crítico das enchentes . Paranatama recebeu os serviços da Defesa Civil que utilizou uma aeronave para vistoria a assistência aos atingidos (Divulgação)

Após o decreto municipal de ‘Estado de emergência’ emitido pelo Governo de Paranatama, o prefeito Valmir do Leite (PP) calçou as botinas e foi para as ruas e locais mais prejudicados pelas chuvas, principalmente estradas vicinais na zona rural local, para escutar, anotar e entender os problemas vivenciados por sua população.

Durante as ações de vistoria aos estragos, uma aeronave da Defesa Civil usada para prevenção e assistência aos atingidos por acidentes da natureza, esteve utilizando o município como uma das bases para pousos e decolagens (foto acima).

Conhecedor das necessidades dos paranatamenses, Valmir reuniu com seu secretariado e em especial com o setor de finanças e decidiu antecipar a primeira parcela do décimo terceiro salário dos servidores efetivos do município, possibilitando que as famílias possam repor perdas, realizar uma pequena reforma ou mesmo quitar débitos com o comércio local, incrementando as atividades daquele comércio.

Com a decisão, algo em torno de 2 milhões de reais foram injetados na economia local. Normalizadas as chuvas mais fortes, a esperança das colheitas e a redução (ainda mínima) no preço dos combustíveis, traz a esperança, segundo o gestor municipal, de que em breve a população deva voltar aos padrões normais e a economia retome seu crescimento.

Com informações da ASCOM/Paranatama


0 comentário