VIA-PARQUE-728X90PX (1).png
CARD GRANJA ALMEIDA DEZ 2021.png
BANNER REI PRAIA.png

ALERTA: AACD deixará de atender crianças deficientes no interior do estado de Pernambuco

Em razão de uma severa redução de investimentos, AACD do Recife anunciou redução de atendimentos e suspensão de consultas para novos pacientes de outros estados e também do interior de Pernambuco.
Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Uma triste notícia, exatamente em um momento no qual a esperança do Natal, juntamente com a redução de casos graves e mortes pelo Covid-19 começam a sinalizar com bons prenúncios para o Brasil e reaquecimento da economia.

A Associação de Assistência À Criança Deficiente (AACD) anunciou que vai fazer cortes no número de atendimentos mensais e que não deve mais receber novos pacientes de outros estados fora de Pernambuco. Além disso, a instituição informou que suspendeu a entrega mensal de 330 cadeiras de rodas que eram distribuídas de forma gratuita aos pacientes em tratamento

Segundo a instituição, o valor recebido saiu de R$ 949.226,30 para R$ 557.394,49. Em Recife, a sede da AACD que fica localizada na Avenida Advogado José Paulo Cavalcanti, no bairro de Ilha Joana Bezerra, no Centro da capital pernambucana, realiza cerca de 7 mil atendimentos por mês e tem mais de 2 mil pacientes em tratamento.

A redução nos atendimentos deve ser gradual, mas a previsão é de que o local passe a realizar cerca de 4 mil atendimentos mensais.

Em razão dessa decisão, a instituição deve atender apenas pacientes da capital.

Em um áudio que circula nas mídias sociais nesta quarta-feira (15), o ex-prefeito de Garanhuns, Izaias Régis (PSDB), faz uma apelo para que os municípios, através dos seus Prefeitos e associações, se mobilizem buscando soluções para este grave problema que certamente afetará centenas de famílias pernambucanas.
0 comentário