https://d1uzdx1j6g4d0a.cloudfront.net/players/topo/18/62916?identifier=www.radiobrasilnordeste.com&source=1377
 
MARCELO JORGE - BANNER SEGURANÇA-728X90PX.png
CARD GRANJA ALMEIDA MAI2022.png

É permitida a transcrição total ou parcial das matérias deste blog, DESDE QUE CITADA A FONTE

ALERTA: BREJÃO REGISTRA PRIMEIRA MORTE POR COVID EM 2022 E PREFEITA FAZ FORTE APELO À POPULAÇÃO

Atualizado: 20 de jan.

O retorno de um dos momentos mais tristes e assustadores vivenciados pela população, com internações e mortes causadas pelo Coronavírus, são o grande temor das autoridades governamentais e sanitárias do município.
A primeira vítima do Covid em Brejão no ano novo, tinha 84 anos e faleceu no Hospital Alice Figueira

Sucessivos alertas vem sendo emitidos pelas autoridades de Governo e representantes do segmento da saúde do município de Brejão, no agreste pernambucano.

A onda crescente do Covid-19, aliado a grupe Influenza H3N2, acendeu mais uma vez a luz vermelha de alertas das autoridades mas parece que a população ainda não está levando a sério o grave problema sanitário que matou mais de 600 mil pessoas somente no Brasil e em Brejão já deixou um saldo de 14 vítimas fatais.

Sem máscaras, desrespeitando normas e protocolos de distanciamento e até mesmo de higienização, hábitos que evitam não somente a Covid mas inúmeros males, a grande maioria da população de Brejão parece que já esqueceu o luto, os lockdowns e as restrições que abalaram a sua vida física, psicológica e financeira nos últimos anos.

E na manhã desta quarta-feira (19) mais uma família brejaoense está vivenciando o luto, com o falecimento de uma idosa, vítima da pandemia, que estava internada no Hospital Alice Figueira, naquela cidade. A senhora, que tinha 84 anos, havia sido internada nesta terça (18) e teve seu quadro agravado pelo Covid.

Segundo levantamento da equipe médica, a mesma já havia tomado as três doses da vacina contra o Covid, era hipertensa, fumante e pelo quadro respiratório com o qual foi atendida, possivelmente portadora de doença pulmonar crônica.

Beta preocupada com crescimento do Covid

A prefeita Beta Cadengue (PSB) vem aumentando sua preocupação em razão da chegada e disseminação rápida da variante ômicrom no pais e principalmente com o relaxamento da população dos cuidados essenciais.


Segundo a gestora, que desde o início do seu segundo mandato vem ao lado da equipe de saúde local acompanhando caso a caso os pacientes em seu município e coordenando de forma muito eficiente a imunização através das vacinas, ainda existe muita gente inconsciente. Ela aproveitou para fazer um forte apelo ao povo brejaoense:

"É necessário que o povo tenha aprendido com tantas e tantas perdas, tanto luto e tantas incertezas. Hoje, temos órfãos, viúvos e viúvas, gente que encontrávamos nas ruas da nossa cidade, nos mercados, na feira, e hoje são só lembranças e saudade."
E complementou: "O trabalho incansável das nossas equipes de saúde só terão sucesso se a população nos ajudar neste combate desigual contra o Covid-19, a Gripe Influenza e demais males! Usem a máscara no dia dia para não terem que usar um respirador no hospital!" desabafou Beta, que também perdeu muitos amigos e conhecidos em razão da pandemia.
Com esta triste notícia, sobe para 14 o números de pessoas somente em Brejão que perderam a batalha para um mal que ameaça o mundo e para o qual, apesar das vacinas, ainda não existe um medicamento específico, senão a PREVENÇÃO.
0 comentário