https://d1uzdx1j6g4d0a.cloudfront.net/players/topo/18/62916?identifier=www.radiobrasilnordeste.com&source=1377
 
MARCELO JORGE - BANNER SEGURANÇA-728X90PX.png
CARD GRANJA ALMEIDA MAI2022.png

É permitida a transcrição total ou parcial das matérias deste blog, DESDE QUE CITADA A FONTE

Animados com 1ª pesquisa, aliados de RAQUEL já compartilham liderança da tucana em mídias sociais

Com o resultado da pesquisa divulgado à meia noite de ontem, no blog do Jornalista Magno Martins, apresentando o primeiro levantamento realizado em referência as eleições de outubro no estado, oposicionistas se animaram.

Mal o dia clareou, nesta quarta-feira (23), os aliados da prefeita de Caruaru e pré-candidata a governadora Raquel Lyra (PSDB), já dispararam nas suas mídias sociais, ‘cards’, ilustrações e comentários acerca da liderança da tucana nas pesquisas levantadas pelo ‘Instituto Opinião’ e divulgadas no Blog do Magno.

Os números (confira aqui) trazem ampla diferença pró Raquel em relação ao pré-candidato governista anunciado na última segunda feira (21), Danilo Cabral (PSB).

A liderança dos oposicionistas Raquel Lyra, Miguel Coelho (União Brasil) e Anderson Ferreira (PL) nas três primeiras posições levantadas na pesquisa, devem ter acendido sinal de alerta amarelo no Palácio do Campo das Princesas e entre apoiadores de Cabral, em sua maioria prefeitos da base socialista.

Aliados dos governistas no entanto, também se manifestam nas mídias sociais, divergindo dos números. Alegam que o tempo para levantamento de dados para pesquisa foi muito curto, já que Danilo só foi anunciado oficialmente na ultima segunda-feira. O fato é que mesmo antes da confirmação o nome do socialista Cabral já vinha sendo cotado desde o inicio do ano, entre outros quadros do PSB. Isso justifica a inclusão do seu nome na pesquisa.

Fica claro que se o nome do governista estivesse figurando na liderança, os mesmos estariam também celebrando hoje.

Apesar das pesquisas indicarem uma reprodução do sentimento do eleitor neste momento, há quase 08 meses das eleições de Outubro, os números animam aliados dos oposicionistas e começam também a atrair indecisos.
0 comentário