https://d1uzdx1j6g4d0a.cloudfront.net/players/topo/18/62916?identifier=www.radiobrasilnordeste.com&source=1377
 
CARD GRANJA ALMEIDA MAI2022.png
DUO_BANNER HORIZONTAL.jpg

É permitida a transcrição total ou parcial das matérias deste blog, DESDE QUE CITADA A FONTE

Após fusão do seu partido com PSL, PRISCILA KRAUSE deixa Democratas mas não abandona princípios

A deputada estadual publicou um vídeo nas suas mídias sociais e no seu feed do Instagram, uma frase emblemática que resume seu futuro político: “Me moverei para manter o mesmo caminho: a construção de um novo momento para Pernambuco”

Como já havíamos postado no blog há algumas semanas, após anúncio da fusão dos partidos PSL e Democratas, formando o ‘União Brasil’, evidenciado durante evento de filiação partidária do prefeito de Petrolina Miguel Coelho ao DEM em um glamoroso evento no Recife, o xadrez político começa a ser jogado às vésperas da importante eleição de 2022.

Conhecida por sua coerência e possivelmente sentindo que a aliança, na tentativa de criar uma 'Super sigla partidária' , pagaria o alto preço da extinção do partido ao qual militou por 27 anos - decisão da qual revelou não ter sido consultada - e percebendo que os seus até então aliados já não percorreriam mais os caminhos e diretrizes aos quais sua consciência política está alicerçada, Priscila Krause, a mais combativa parlamentar de oposição ao Governo Paulo Câmara na ALEPE e que vem acompanhando atentamente a construção de uma nova via oposicionista em Pernambuco com a pré-candidatura da sua amiga e prefeita de Caruaru, Raquel Lira (PSDB), viu nestes passos, dados por sua legenda, uma oportunidade de buscar maior protagonismo político, sendo uma forte voz que certamente será escutada nesta via.

Daniel Coelho comemorou a decisão de Priscila (Divulgação)

Especulou-se na mídia que poderia nascer a partir daí, a possibilidade da montagem de uma inédita chapa majoritária estadual composta por duas mulheres.

A questão é que se Priscila migrar para o mesmo PSDB de Raquel para assumir uma pré-candidatura à vice governadoria, por questões políticas e estratégicas elimina-se a possibilidade de ampliação das alianças, já que o cargo de vice é normalmente destinado a partidos aliados, cuja representatividade alcance eleitores de outros nichos ou segmentos, evitando formar o que se chama no jargão político de candidatura "pão com pão".

Após nota da deputada justificando sua saída do Democratas, o Deputado Federal Daniel Coelho (CID), - foto acima - também aliado de Raquel, comemorou nas suas redes sociais.
Assistam abaixo, vídeo postado por Priscila nas suas mídias sociais:


0 comentário