https://d1uzdx1j6g4d0a.cloudfront.net/players/topo/18/62916?identifier=www.radiobrasilnordeste.com&source=1377
 
CARD GRANJA ALMEIDA MAI2022.png

É permitida a transcrição total ou parcial das matérias deste blog, DESDE QUE CITADA A FONTE

BARRACO EM GARANHUNS: Prefeito e governador vaiados. ex-vereadora petista expulsa do evento pró-Lula

O evento, com a participação do ex-presidente petista, aconteceu em um espaço de eventos de Garanhuns, às margens da PE 177 na manhã desta quarta-feira (20) e levou menos público que o esperado pelos organizadores do ato
Evento ocorreu em Garanhuns, interior de Pernambuco (Reprodução: Pingos nos Is - TV Jovem Pan)

Exatamente neste dia 20 de Julho de 2022, data na qual passa a ser permitida a pela legislação eleitoral a realização de convenções partidárias que escolherão os candidatos a cargos eletivos nas eleições de outubro, um ato partidário ocorreu em Garanhuns, durante a recepção ao ex-presidente e pré-candidato ao cargo, Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Na presença de lideranças políticas do estado e da região, dentre estes o Governador Paulo Câmara e o seu pré-candicato a sucessão, Danilo Cabral (PSB), prefeitos, ex-prefeitos, vereadores da região e simpatizantes, o prefeito também socialista Sivaldo Albino ao tentar discursar, foi recebido com vaias. Mesmo com alguns apoiadores tentando reverter o constrangedor incidente, a sonoridade das vaias prevaleceu. Câmara e Danilo Cabral, também foram vaiados. (veja vídeos abaixo, que circulam em mídias sociais)

VEREADORA CANCELADA


Fanny barrada no baile (Foto: Divulgação)

Já a vereadora Fanny (agora sem 'Manas' e sem partido) que foi eleita em Garanhuns sob a legenda do PT e recentemente teve sua filiação cancelada pelo partido por se rebelar e não seguir a recomendação de apoiar a chapa liderada pelo Governador e abrir palanque para Marília Arraes em Garanhuns, teve acesso ao local do evento negado pela segurança, possivelmente por determinação da organização.


Além das dificuldades que vem enfrentando na sua gestão, com críticas a insuficiência de ações públicas, o prefeito de Garanhuns, quando vereador, também protagonizou um episódio político que pode justificar a reação dos presentes no ato de apoio a Lula: Ele participou de um movimento em Garanhuns que à época pediu e apoiou o afastamento da ex-presidente petista Dilma Roussef, um episódio que nunca foi esquecido e digerido pelos simpatizantes do PT.

0 comentário