https://d1uzdx1j6g4d0a.cloudfront.net/players/topo/18/62916?identifier=www.radiobrasilnordeste.com&source=1377
top of page

É permitida a transcrição total ou parcial das matérias deste blog, DESDE QUE CITADA A FONTE

Banner_site_novos_planos.png
[gov]maes-banner-728x90.gif
Cabeçalho Blog Marcelo Jorge Okay.jpg

Coronel Meira denuncia PT por arrecadar dinheiro com símbolo da administração pública

O Deputado Federal Coronel Meira (PL/PE) protocolou, nesta quarta-feira (10), na Procuradoria Geral do Distrito Federal, uma notícia crime contra o Partido dos Trabalhadores (PT), por uso e apropriacão indevida de símbolo da administração pública.

O pedido se dá pelo fato do PT ter empregado o logotipo do Sistema Único de Saúde e o personagem, Zé Gotinha para pedir contribuições para o partido e a adesão de novos filiados; atos que ferem o Código Penal, em seu artigo 296 por delito de falsificação do selo ou sinal público. O legislador, por sua vez, com o advento da Lei nº 9.983/2000, equiparou ao referido crime o uso indevido de símbolos utilizados ou identificadores de órgãos ou entidades da Administração Pública.

"Observando as irregularidades, pedimos à justiça que seja instaurado procedimento investigatório criminal para apurar os fatos trazidos a público juntando as provas da materialidade e da autoria do crime que foi, em tese, praticado contra a fé pública", disse Meira.

A “postagem” gerou uma repercussão negativa, principalmente após a divulgação pelos veículos de comunicação, tendo vista a conduta criminosa no ato de utilizar indevidamente importantes símbolos da saúde pública para pedir contribuição financeira e promover a filiação partidária, e, por isso, o PT excluiu a publicação que alcançou milhares de pessoas, uma vez que o perfil do Partido conta com 1,5 milhões de seguidores.

"Assim sendo, concluído o procedimento investigatório criminal e confirmada a presença das irregularidades, também pedimos a PGDF que encaminhe a denuncia à Justiça Federal para julgamento da ação penal" concluiu Coronel Meira.
0 comentário

Comments


bottom of page