CRIANÇAS COM MAIS DIREITOS: Brejão adere ao SELO UNICEF Edição 2021-2024

A lógica por trás do Selo UNICEF é simples: unir esforços, dentro de cada município, para que a infância e a adolescência sejam prioridade nas políticas públicas.

O município de Brejão, no Agreste de Pernambuco, deu mais um importante passo na direção de assegurar direitos das crianças e adolescentes locais. A prefeita Beta Cadengue (PSB), assinou o Termo que oficializa a inscrição do Município na Edição 2021-2024 do Selo Unicef. Com esta ação, ela reafirma o compromisso da Gestão Municipal em fortalecer as Políticas Públicas, que garantem os direitos das crianças e adolescentes de forma integral e integrada entre os setores da Educação, Saúde e Assistência Social.

Desde o início do seu primeiro Governo e após a sua reeleição, Beta sempre demostrou especial atenção com esta causa. O Selo é uma iniciativa do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), para estimular e reconhecer avanços reais e positivos na promoção, realização e garantia dos direitos das crianças e dos adolescentes.


FUNCIONAMENTO DO SELO UNICEF

Como garantir os direitos de crianças e adolescentes em um país tão enorme e diverso como o Brasil? O que fazer para ganhar escala e chegar a cada menina e menino, nos cantos mais distantes da Amazônia e do Semiárido? Uma solução eficaz é trabalhar com quem está lá na ponta, nos municípios.


É nos municípios que milhões de crianças e adolescentes brasileiros constroem laços, vínculos, conexões e desenham seu futuro. A vida acontece em cada bairro, nas casas, escolas, postos de saúde, igrejas e praças. É lá que o UNICEF atua, ao lado da professora, do agente de saúde, da prefeita e de todo mundo que trabalha, diretamente, com as crianças e os adolescentes.


A lógica por trás do Selo UNICEF é simples: unir esforços, dentro de cada município, para que a infância e a adolescência sejam prioridade nas políticas públicas.

0 comentário