VIA-PARQUE-728X90PX (1).png
CARD GRANJA ALMEIDA DEZ 2021.png
BANNER REI PRAIA.png

Em 1ª votação, maioria da Câmara de São João vota com TCE-PE e mantém rejeição de contas de Genaldi

A tarde desta terça (11), foi movimentada em São João, agreste pernambucano, com a reunião realizada na Câmara Municipal na qual foi apresentado o relatório e votadas as contas relativas ao exercício financeiro de 2016/2017 do ex-gestor
Genaldi Zumba governou São João de 2013 a 2020

Por 06 votos a favor da recomendação do Tribunal de Contas de Pernambuco (TCE-PE) pela rejeição das contas do ex-prefeito e 05 votos contra o estudo técnico daquela Corte, os vereadores de São João encerraram na noite desta terça-feira (11) a primeira votação para definir os destinos de Genaldi Zumba (PSD).

Após uma breve leitura da relatoria, produzida pela Comissão de Finanças e Orçamento da Casa Legislativa Emídio Correia de Oliveira, os vereadores foram convocados ao plenário para darem suas impressões sobre o tema e logo após, apresentarem de forma aberta o seu voto.

Na auditoria realizada pelo Tribunal, ficou constatado que o ex-prefeito de São João incorreu em diversas falhas, fundamentando sua decisão entre outros motivos, pela ausência de repasses/recolhimento das contribuições devidas ao Regime Geral e Próprio da Previdência Social para o RGPS e RPPS; despesas com pessoal acima dos percentuais permitidos entre outras, estes em 2017 (Leia mais sobre o processo aqui)

Na defesa do ex-prefeito e contra a recomendação do TCE-PE, votaram os vereadores Heleno de Dra. Albertina, Renato Virgulino, Leo Manobra, Antonio Carlos (Tonho Feio) e Maguila. Utilizando uma justificativa quase unânime e pregando o corporativismo político estes parlamentares alegaram que não votariam contra Genaldi pois no futuro algum deles poderia estar prefeito do município e também sendo julgados, dando a entender que mesmo com as falhas encontradas pelo Tribunal, não se deve promover a justiça.
Acompanhando o parecer técnico do TCE-PE e da relatoria da citada Comissão pela rejeição de contas de Genaldi Zumba, votaram os 06 parlamentares restantes Maikon Correia, Pierre Santiago, Renata da Saúde, Rosineide de Zé Môco, Otoniel Bigodão e Paulo Barbosa.

O ex-prefeito não se manifestou sobre o caso, apesar de ter tido 30 dias para levantar sua defesa. Uma segunda e definitiva votação está marcada para acontecer na próxima terça-feira e se o resultado da primeira votação for repetido, Genaldi não terá outra oportunidade de defesa e se tornará impossibilitado de concorrer a qualquer cargo público pelo período de 08 anos, a contar da decisão final.

Após a votação, foram escutados fogos de artíficio na cidade de São João e alguns buzinaços promovidos por populares.


0 comentário