https://d1uzdx1j6g4d0a.cloudfront.net/players/topo/18/62916?identifier=www.radiobrasilnordeste.com&source=1377
 
MARCELO JORGE - BANNER SEGURANÇA-728X90PX.png
CARD GRANJA ALMEIDA MAI2022.png

É permitida a transcrição total ou parcial das matérias deste blog, DESDE QUE CITADA A FONTE

Em Garanhuns, MIGUEL COELHO participa de filiação, lançamento de pré-candidaturas e fala de futuro

O ato, realizado em uma casa de eventos de Garanhuns, levou dezenas de lideranças e igual número de simpatizantes para escutarem o prefeito de Petrolina e pré-candidato ao Governo de Pernambuco
E as oposições intensificam suas movimentações no estado. Com a aproximação do final do mês de Março, no qual ainda é permitido pela legislação eleitoral a mudança de partidos para os atores que desejam disputar cargos nas eleições de outubro, os atos pré-eleitorais começam a despertar maior atenção em parte da imprensa e da população pernambucana, de alguma forma ligada aos processos eleitorais e políticos partidários.

E na noite desta sexta (18), foi a vez de Garanhuns, no agreste pernambucano receber Miguel Coelho (União Brasil) em uma agenda que serviu de palco para a filiação do Vereador garanhuense Gersinho Filho à recém formada legenda. Na oportunidade, o partido também apresentou uma chapa local, representada pelos pré-candidatos à Deputado Estadual Coronel Marcos Campos (União) e pelo próprio Gersinho, este a Deputado Federal.

Em sua fala, Miguel criticou o Governo Paulo Câmara (PSB) e a quase total ausência de políticas públicas para o cidadão e cidadã pernambucanos. Ele falou que vem escutando a população e sente um ar de tristeza e desesperança dos pernambucano e que o estado nos últimos 7 anos parece ter batido em um muro e parado.

Falando sobre o agreste, Miguel declarouA gente está em uma das regiões mais ricas do nosso estado, uma região que tem um potencial imenso pra dar certo, mas que enfrenta as mesmas dificuldades do polo das confecções, da zona da mata, o sertão e a própria metropolitana.”

E complementouNão dá mais para aceitar esse Pernambuco de hoje, como estão querendo vender na propaganda e que será o de amanhã. Será que o povo pernambucano vai acreditar naqueles que tiveram mais de 7 anos para fazer as coisas e não fizeram?”

Além de correligionários de Gersinho e do Coronel Campos, estiveram presentes ao evento o pai de Miguel, Senador Fernando Bezerra Coelho (MDB), seu irmão Fernando Filho (MDB) , o Presidente Estadual do União Brasil, Marcos Amaral; o ex-deputado Zeca Cavalcanti; o vereador Thiago Paes (UB); o presidente da CDL Garanhuns, Luiz Carlos, dentre outros.
0 comentário