https://d1uzdx1j6g4d0a.cloudfront.net/players/topo/18/62916?identifier=www.radiobrasilnordeste.com&source=1377
 
CARD GRANJA ALMEIDA OUT2022.png
DUO_BANNER HORIZONTAL.jpg

É permitida a transcrição total ou parcial das matérias deste blog, DESDE QUE CITADA A FONTE

Banner Quinze ate 31Out.jpg
Banner_site_novos_planos.png

Em Garanhuns, município onde nasceu LULA, apoio voluntário a BOLSONARO cresce e desperta interesse

Atualizado: 22 de out.

O clima polarizado do segundo turno das eleições para presidência e governo do estado em Pernambuco, vem se acirrando com debates em mídias sociais e manifestações no interior se acentuam

Em meio à mais disputada e singular eleição desde a redemocratização no país, os eleitores de norte a sul começam a explicitar seu apoio e voto nos candidatos que conseguiram superar a primeira fase da campanha e chegaram ao segundo turno.

Em Garanhuns, agreste pernambucano, no município onde nasceu o ex-presidente Lula da Silva, à época no distrito de Caetés, as eleições também são o assunto da maior parte da população.

Após a ida do presidente Jair Bolsonaro (PL) ao município no último dia 17 de setembro, quando milhares de conservadores foram às ruas demonstrar apoio ao seu governo, ficou evidente que a sua votação seria ampliada, o que de fato ocorreu em 02 de outubro.

Em relação à sua eleição em 2018, quando obteve 16.478 votos no 1º turno, a foto de Bolsonaro apareceu nas urnas de Garanhuns 17.690 vezes em igual período de 2022.

Vale lembrar no entanto, que à época o candidato adversário de Bolsonaro era Fernando Haddad (PT) e por isso o crescimento da votação nesta eleição recente - mesmo tímido -, mas levando-se em conta que seu opositor é a maior expressão política da esquerda, tem um valor diferenciado e dá sinais de maior apoio dos garanhuenses.

GARANHUNS: ENGAJAMENTO VOLUNTÁRIO DE CONSERVADORES

Para fortalecer a campanha do ‘Capitão Presidente’ em Garanhuns, cidade polo do Agreste Meridional e com ampla visibilidade na região, amigos conservadores, profissionais de diversos segmentos vêm envidando esforços e realizando investimentos para viabilizar a estrutura mínima de campanha.

Instalados em um imóvel na Avenida Rui Barbosa desde o dia 14 de outubro, o QG Bolsonaro foi inaugurado, inclusive com a participação do ex-ministro e ex-candidato ao senado Gilson Machado Neto, localizado na via mais movimentada da cidade, onde funcionou o Posto Centenário, bem em frente ao comitê da candidata de esquerda ao Governo do estado, o grupo revela que vem adesivando uma média de 40 a 50 veículos por dia com material da campanha de Bolsonaro, além de distribuir santinhos, adesivos menores e perfurados utilizado em parabrisas.

Um dos detalhes que chamam a atenção é que, numa mostra de patriotismo e com a insuficiência de material cedido pela coordenação oficial da campanha, estes aliados locais estão ‘bancando’ as pequenas despesas através de cotas entre os mesmos. Com isso, de forma voluntária, doam esse material que é entregue aos motoristas e transeuntes da avenida. Ações interativas com os motoristas, com faixa que pede “Se vota em Bolsonaro, buzine!”, tornam o movimento mais inclusivo e criativo.

Além de reuniões presenciais, o grupo 'Direita Garanhuns', mantém grupos organizados nas mídias sociais.

O comitê está estrategicamente instalado em frente ao espaço de um partido da esquerda
Segundo Neto Gueiros, um dos coordenadores da ação O nosso grupo trabalha em defesa do Brasil, das famílias, do respeito à liberdade de culto e demais liberdades constitucionais!”.
Na opinião do Professor Suruagy, também coordenador do grupo, A força que une este grupo, é a luta por um Brasil livre das amarras ideológicas, próspero e principalmente que cultive o respeito a Deus, à família e o amor pela Pátria.”

Integram o grupo conservador também: Edson Zarack, Coronel Marcos Campos, Roberto e Gilmar Suruagy, o vereador Thiago Paes, empresário Stênio Galvão, Neto Revoredo, Advogado João Paulo, Médicos Antônio Coelho e Eduardo Miranda, Thiago Santos, os irmãos empresários César e Ricardo Capitó, Nelson Júnior, Dirlen Lopes, Luciano Brandão, Erisson Cabral, Ady Ferreira, Nivaldo Júnior (Pimenta), Márcio Guimarães, dentre outros apoiadores e simpatizantes.

Em relação ao 1º turno das eleições em Garanhuns no dia 02 de outubro, 17,82% dos eleitores se abstiveram de votar. Observando este quadro o grupo de conservadores de Garanhuns vem trabalhando para convertê-lo, procurando trazer esclarecimentos sobre a importância do voto desses eleitores.

0 comentário