top of page

É permitida a transcrição total ou parcial das matérias deste blog, DESDE QUE CITADA A FONTE

Banner_site_novos_planos.png
GOV_0040_24_INFORMES-REGULARES-JUNHO_RMR_728X90 (1).gif
Cabeçalho Blog Marcelo Jorge Okay.jpg

Em Live, pré-candidato oposicionista de Paranatama dispara: “Não vou desistir dessa missão!”

Os ânimos da pré-campanha, há menos de seis meses das eleições municipais 2024, já vem ampliando a temperatura nas rodas políticas. No Agreste Meridional de Pernambuco, a situação não é diferente do restante do país, no qual 5.570 cargos estarão em disputa para uma eleição ou mesmo reeleição.

Na noite deste sábado (20), parte de Paranatama e eleitores do município que residem em outras partes do estado e do país, pararam para acompanhar uma transmissão em formato ‘live’ protagonizada pelo pré-candidato a prefeito, Luciano Brito. Falando por cerca de meia hora ao comunicador Luiz Carlos, Brito destacou pontos importantes da sua vida pessoal e familiar, trajetória profissional com visibilidade no empreendedorismo e sua visão acerca da situação atual de Paranatama.

No espaço virtual, transmitido pelo Instagram e pelo Facebook, que em alguns momentos superou os 550 internautas assistindo ao vivo, o político recém filiado ao PSD, mas que tem experiência desde 2003 quando entrou na vida pública para colaborar com o município que tinha à época um baixo IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) e anos depois ao ter integrado por sete anos do grupo governista, tendo no período assumido a Secretaria Municipal de Agricultura, respondeu a um internauta sobre o motivo da sua saída daquele grupo:

“Eu rompi porque vinha triste desde o principio, por ser Secretário de uma pasta na qual eu não tinha autonomia para nada e na qual todo mundo queria mandar. Aí eu entedi que apesar muita gente competente que na época fazia parte do Governo, nunca poderia vir a ser protagonista da sua própria trajetória.”. 

Sobre a situação a atual gestão, o pré-candidato que dinamizou o comércio na região do povoado Alto da Serra, denunciou que o que considera “tropeços” da atual administração, como a permissão do gestor de que agentes alheios às secretarias tomem decisões nas mesmas, passando por cima dos titulares, além de contratações sem necessidades e em número exagerado, onerando a folha de pagamento e prejudicando os concursados e demais contratados. Sobre os servidores aposentados, Luciano revelou que a administração municipal “Quebrou o  IPSEPAR, o  Instituto de Previdência dos Servidores Municipais de Paranatama, com a falta de repasses regulares, pondo em risco o futuro dos atuais servidores e desde já atrasando os pagamentos de quem trabalha pelo município.”

Sobre a sua desistência durante a candidatura em 2020, Brito explicou: “À época eu priorizei cuidar da saúde da minha esposa, na época e por isso não poderia focar em outro projeto, senão cuidar dela, mas que infelizmente veio a falecer. Fiz isso por ela, pela família e considero a atitude mais correta que já tive na vida, até então”.

Acerca das suas ideias e planos futuros para o município, Luciano Brito, que tem aliança partidária com a Deputada Estadual Débora Almeida (PSDB) e filiado ao partido do Ministro da Pesca, André de Paula, disse que vem escutando a população e aliados para compor o que deve nortear a composição de um Plano de Governo que possa ser executado, de forma clara e com foco no que a população realmente precisa.  

 

A entrevista completa está disponível no link:


0 comentário

Comments


bottom of page