https://d1uzdx1j6g4d0a.cloudfront.net/players/topo/18/62916?identifier=www.radiobrasilnordeste.com&source=1377
top of page

É permitida a transcrição total ou parcial das matérias deste blog, DESDE QUE CITADA A FONTE

Banner_site_novos_planos.png
GOV_0040_24_GOV-PE-SOUBESSE-NAO-PROGRAMATICA-728X90_PE015 (2).gif
Cabeçalho Blog Marcelo Jorge Okay.jpg

Em Nota, Governo do Estado mostra disposição em realizar o FIG de forma integral, tendo prefeitura como apoiadora

Após reuniões entre a Governadora Raquel Lyra (PSDB) e o prefeito de Garanhus, Sivaldo Albino (PSB) em mais um round acerca de quem terá o protagonismo na realização do Festival de Inverno de Garanhuns em sua 32ª edição, uma nota emitida pela Fundarpe, que já realizou 31 edições do evento deixa clara a intenção legítima do Governo do Estado

Em um dos pontos da matéria da Fundarpe, é importante a informação que justifica a redução de atrações e ações no FIG 2023, o que gerou críticas da população e de adversários: O valor aprovado na Lei Orçamentária Anual, em 2022 destinado ao FIG, só previa o valor de R$ 6 milhões para a realização do evento, quantia bem inferior aos R$ 22 milhões investidos em 2022, ano eleitoral no qual estava em curso a campanha para governador.

Mesmo com recursos insuficientes, o Governo Raquel Lyra ampliou os recursos para execução do festival, totalizando R$ 15 milhões em investimentos, levando em conta a importância do evento como patrimônio do estado.


Veja abaixo, a matéria da Fundarpe sobre as mais recentes definições acerca do FIG 2024:


A Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe), reafirmou nesta quinta-feira (21), em ofício enviado à Prefeitura de Garanhuns, o compromisso com a realização do Festival de Inverno de Garanhuns (FIG), em sua trigésima-segunda edição, com orçamento garantido, processos licitatórios e editais em andamento, ampliação de datas, curadoria de tema, além da concordância e disponibilidade para pagamento das atrações já divulgadas pelo município.

Ao longo do mês de março, ocorreram três reuniões sobre o Festival, que envolveram Estado e Município. Em uma delas, entre equipes técnicas da Fundarpe e da Secretaria de Cultura de Garanhuns, foram apresentadas as ações em andamento e já realizadas por ambas as instituições. No último encontro, foi apresentado pelo Governo um Acordo de Cooperação Técnica para a realização do FIG 2024, que seguiu o modelo praticado nas edições anteriores.

No dia 18, contudo, a prefeitura propôs mudanças no referido Acordo de Cooperação Técnica, que inclusive inviabilizavam a participação do Estado no maior polo do evento, além da exigência de anuência prévia da prefeitura em todas as ações executadas pelo Estado.

A Fundarpe pede, agora, também no mesmo ofício, que a prefeitura se pronuncie até o dia 25 quanto à revisão da proposta encaminhada anteriormente.

De acordo com o ofício, A proposta de alteração de minuta de acordo de cooperação técnica enviada por essa prefeitura, após reuniões realizadas entre equipes técnicas da Fundarpe e da Secretaria de Cultura do município, torna inviável a realização do Festival de Inverno de Garanhuns pelo Governo de Pernambuco, uma vez que fere o formato consolidado do festival como culminância de uma política pública de cultura realizada em 31 edições.

Vale ressaltar que para o ano de 2023, a Lei Orçamentária Anual, aprovada em 2022, só previa o valor de R$ 6 milhões para a realização do FIG, montante bem inferior aos R$ 22 milhões investidos em 2022. O Governo de Pernambuco, entretanto, não mediu esforços e ampliou os recursos para execução do festival, investindo o total de R$ 15 milhões, diante da sua importância como patrimônio de Pernambuco e para a política cultural de nosso Estado.

 

Assessoria de Comunicação

Secretaria de Cultura de Pernambuco


0 comentário

Comments


bottom of page