Em video, Vice-prefeito de Garanhuns ataca Governo Bolsonaro, convoca para aglomeração e antecipa 22

Após a caminhada bem sucedida nas urnas, comenta-se no Palácio Municipal acerca de discordâncias do vice com o prefeito, em razão de suas movimentações e posturas políticas dissonantes. Assessor Federal rebateu críticas.
Vice-Prefeito Pedro Veloso contestado por Edu Cabral (Dir. Nac. Articulação e Proj. Estratégicos)

Destoando do prefeito de Garanhuns Sivaldo Albino (PSB), que há duas semanas respeitosamente recebeu dois ministros do Governo Bolsonaro e esta semana se pronunciou sobre a queda nos índices de contaminação e internamento por covid-19 no município, após grave período de apreensão com rígido e polêmico lockdown, mas que mesmo com a flexibilização pediu atenção da população nos cuidados e prevenção, seu vice-prefeito Pedro Veloso (PT) decidiu politizar a cena: Em um vídeo que circula nas mídias sociais, o médico convoca militantes de esquerda a aglomerar-se em plena pandemia de covid-19, em manifestação programa para acontecer neste sábado (19).


Quando esperava-se do mais imediato auxiliar do gestor municipal uma fala mediadora e até técnica sobre as condições de saúde e sanitárias da população garanhuense, já que até então não havia falado para os munícipes sobre a pauta, o renomado cardiologista na verdade teceu uma longa teia de críticas ao Presidente da República, nas quais atribui a Bolsonaro todos os males vivenciados pelo país.

Com um discurso que antecipa 2022, já que comenta-se inclusive dentro do palácio municipal sobre sua eventual pré-candidatura a deputado estadual em 2022, Veloso inseriu no seu vídeo recortes de jornalismo da extrema esquerda, como ‘El País’, blogs do ‘Greenpeace’, ‘Rede Brasil Atual’, ‘Uol’, ‘Isto É’, ‘Brasil de Fato’ e informativos de sindicatos, acusando Bolsonaro de ser “Diretamente responsável pelos resultados da ‘crise civilizatória’ que se abateu no país”.

A convocação, já com cores e símbolos partidários de esquerda e assinatura com marca pessoal do petista, não caiu bem para a atual gestão municipal, que vem sofrendo reiteradas críticas de setores da população desde o início do mandato, em razão de medidas administrativas consideradas mais extremas e mais recentemente pelas decisões na restrição das atividades comerciais para o combate ao Covid, mas que segundo Sivaldo foram determinantes na queda dos índices de internações e óbitos.


Em referência ao vídeo do vice-prefeito, o atual Diretor Nacional Articulação e Projetos Estratégicos , o garanhuense Edu Cabral, rebateu as críticas do médico e rememorou que a própria vacina que o vice-prefeito tomou, foi enviada pelo governo federal. Edu também discorre sobre a incoerência do discurso do vice com o recente lockdown municipal e colocoa em dúvida o respeito do médico com os que faleceram.

Veja os dois vídeos abaixo:




0 comentário