• Marcelo Jorge

Emissão de novo decreto municipal em São João endurece medidas contra coronavírus

Com o aumento dos casos da doença e necessidade de ampliação de vagas dos leitos em UTI's, já insuficientes em todo o estado, o Governo de São João também resolveu implementar novas medidas às já editadas pelo governador.

Foi emitido nesta terça-feira (18) pela Prefeitura de São João, no agreste do estado, um novo Decreto Municipal objetivando a contenção do avanço da COVID-19 em toda área territorial do município. Trata-se do decreto N° 045, já em validade desde esta quarta-feira (19) e se estendendo até o dia 31. Além das recomendações constantes no Decreto do Governo do Estado, as novas diretrizes do município trazem outras recomendações mais específicas para as necessidades locais.


A partir desta data, durante a semana, as atividades econômicas só poderão funcionar das 05h00 até as 18h00. Já nos próximos dois finais de semana, apenas o funcionamento dos denominados serviços essenciais como supermercados, feiras livres de produtos alimentícios, farmácias, padarias e postos de gasolina estarão permitidos no município, obedecendo os horários já mencionados.

Os templos religiosos poderão funcionar aos finais de semana para executar serviços administrativos e celebrações de forma virtual, sem público, observadas as medidas de segurança e horários já determinados.

Além das medidas que foram tomadas com base no decreto estadual, a prefeitura acrescentou mais algumas que entrarão em vigor, também a partir desta quarta.

As medidas adicionais são as seguintes:


(ASSISTA O VIDEO ABAIXO)


- Feiras livres deverão funcionar somente com barracas destinadas à comercialização de alimentos e que sejam de propriedade de moradores de São João e a suspensão das aulas na rede pública e privada além do transporte fornecido pela prefeitura para as escolas públicas estaduais, faculdades e cursinhos da região.
Na opinião do prefeito Wilson Lima (PP), O avanço da COVID no município demanda medidas mais restritivas e por estarmos em um momento crítico da pandemia, apesar de todos os esforços da Secretaria de Saúde, inclusive modificando a estrutura do hospital e aumentando o número de leitos, os casos de covid continuam aumentando, no entanto se todos nós, cidadãos e poder público, nos unirmos, logo mais sairemos dessa crise", afirmou.
22 visualizações0 comentário