https://d1uzdx1j6g4d0a.cloudfront.net/players/topo/18/62916?identifier=www.radiobrasilnordeste.com&source=1377
 
CARD GRANJA ALMEIDA MAI2022.png
DUO_BANNER HORIZONTAL.jpg

É permitida a transcrição total ou parcial das matérias deste blog, DESDE QUE CITADA A FONTE

Executiva do PSDB aprova negociações com o Cidadania por federação partidária

Pelas regras, diferentemente das antigas 'coligações' hoje proibidas pela legislação eleitoral, os partidos federados terão necessariamente que caminhar juntos por um período de 04 anos, o que valeria para as próximas eleições de Outubro e até 2024, nas disputas municipais.

Foi aprovado nesta quinta-feira (27), por unanimidade pela Executiva Nacional do PSDB, o avanço nas negociações com o Cidadania para a formação de federação partidária. Em nota divulgada pela legenda tucana constava o seguinte texto: "Além das aproximações já adiantadas pelas lideranças nos estados, as conversas continuarão sendo conduzidas pelo pelo presidente Bruno Araújo, o secretário-geral Beto Pereira e os líderes na Câmara, Adolfo Viana, e no Senado, Izalci Lucas, com o objetivo de mapear e aparar eventuais arestas regionais".

Ainda segundo este comunicado, as lideranças do PSDB defenderam na reunião realizada nesta mesma manhã que a decisão final sobre a federação com o Cidadania seja tomada o quanto antes.

O Presidente da sigla tucana, Bruno Araújo afirmou: "Temos um levantamento preliminar que indica que a federação é bem-vinda. Precisamos avançar no regramento para essa convivência. O Cidadania tem sido parceiro importante do PSDB e há convergência política tanto nas eleições quanto no Legislativo".

Diferentemente das antigas ‘coligações’ que valiam apenas para o período eleitoral, sendo consagrada esta atual forma de federação, as siglas federadas que selarem o acordo terão que caminhar juntas já nas eleições de 2022 e ainda devem permanecer nas eleições municipais de 2024.


0 comentário