https://d1uzdx1j6g4d0a.cloudfront.net/players/topo/18/62916?identifier=www.radiobrasilnordeste.com&source=1377
top of page

É permitida a transcrição total ou parcial das matérias deste blog, DESDE QUE CITADA A FONTE

Banner_site_novos_planos.png
Mídia Gov PE 728x90_ 07Fev2024.gif
Cabeçalho Blog Marcelo Jorge Okay.jpg

GARANHUNS: Possível composição Izaías/Zaqueu em 2024, pode desencantar planos de reeleição

Apesar de serem ainda passíveis de mudanças, os dados levantados em uma recente pesquisa, contratada por empresários de Garanhuns e utilizada para ‘consumo interno’, mostram a pouco mais de um ano para as eleições que ações pontuais geradas pelo governo municipal de Garanhuns podem ser insuficientes para impedir uma fragorosa derrota do socialista nas urnas

O deputado estadual Izaías Régis (PSDB) não vem realizando grandes esforços políticos para assistir o encaixe de um quebra cabeça que pode culminar com seu retorno à chefia dos destinos de Garanhuns.

Na pesquisa realizada pela Consultex, um dos cenários mostra o tucano com cerca de 13 pontos na dianteira do atual prefeito. Segundo fontes próximas ao deputado, esta cena é assegurada com a inclusão do ex-vereador Zaqueu Lins (PL) na chapa, como possível vice de Izaías, ampliando consideravelmente a vantagem do atual Líder do Governo Raquel Lyra.  

A disposição de 'Zazá' em concorrer a um terceiro mandato à frente do Executivo Municipal, parece que já é ponto pacificado pelo tucano, que se diz 'pré-candidatíssimo'.


MAS, O QUE PESA CONTRA A REELEIÇÃO SOCIALISTA EM GARANHUNS?

Nem mesmo anúncios de obras alardeadas aos quatro ventos por veiculos de comunicação a serviço da gestão e realizadas ao apagar das luzes, poderão dissipar o início desastrado do Governo socialista em Garanhuns, cujas imagens e postagens pesquisados na internet não permitem que os fatos caiam no esquecimento dos eleitores.

O tempo e o próprio desdobramento das ações mal sucedidas desde o começo da gestão, em 2021, como as denúncias de nepotismo, incluindo a inserção do próprio filho em órgãos públicos e a tentativa fracassada de elegê-lo como deputado; o descaso com obras públicas, a exemplo da cratera feita pelas chuvas, mas que levou bem mais de um ano para ser fechada e outras mazelas, estão gravadas nas memórias e nos HDs de muita gente.

E como não lembrar do descaso com os transportes escolares e os de TFD, após constrangimento com as quebras constantes destes veículos e até apreensão pela Polícia Rodoviária Federal?


Mais recentemente, já em 2023, as intervenções do Ministério Público com instauração de inquéritos que vão desde a investigação de falta de transparência no aumento dos repasses para o evento ‘Encantos do Natal’, que de forma encantada ‘pulou’ de 2 para 6 milhões de reais, mesmo sem grandes shows e com manutenção da decoração anterior, indo até a investigação da compra de alimentação para escolas com data de validade próxima ao vencimento e a ilegalidade do pagamento do 13º salário e férias a servidores inativos com recursos do FUNDEB, certamente darão dor de cabeça a gestão e trabalho  dobrado para o competente corpo jurídico do município, principalmente em um ano eleitoral.

Além disso, na contramão dos anúncios de eventos milionários com dinheiro público como o já referido ‘Encantos’, o ‘Viva Garanhuns’ – finado ‘Viva Dominguinhos’ - e a própria usurpação pelo município do direito de realizar o Festival de Inverno 2024, evento historicamente produzido pelo Governo do Estado, com afronta direta à Governadora, indicando uma situação financeira favorável de Garanhuns, apresenta-se como contradição, com a insegurança vivenciada por muitos servidores municipais terceirizados, que vem padecendo com os atrasos nos seus salários e que certamente deverão amargar uma noite infeliz no Natal deste ano.  E ainda mais grave é a situação de cerca de 160 servidores entre professores, merendeiras e trabalhadores da área de serviços gerais, que recentemente foram sumariamente demitidos da Secretaria de Educação do município.


Parece que para o Governo socialista de Garanhuns, 2024 nem começou mas já está começando a acabar...  


1 comentário
bottom of page