https://d1uzdx1j6g4d0a.cloudfront.net/players/topo/18/62916?identifier=www.radiobrasilnordeste.com&source=1377
top of page

É permitida a transcrição total ou parcial das matérias deste blog, DESDE QUE CITADA A FONTE

Banner_site_novos_planos.png
GOV_0040_24_INFORMES-REGULARES-MAIO-ASSISTENCIA-SOCIAL-728X90 (5).gif
Cabeçalho Blog Marcelo Jorge Okay.jpg

Grupo Empresarial da família Tinoco & Branco adquire Rádio FM Sete Colinas de Garanhuns

Com quase 40 anos de fundação, a emissora de Rádio instalada no bairro da Boa Vista foi a pioneira em Garanhuns. Com o repasse da emissora, provavelmente o novo grupo dará um novo direcionamento à sua programação

De forma silenciosa, foi concretizada e anunciada nesta sexta-feira, 26 de Janeiro, uma negociação que surpreendeu o mercado da comunicação em Garanhuns e no agreste.

A Rádio FM Sete Colinas, que opera na frequência de 100,5 Mhz foi adquirida pelo grupo empresarial liderado pelas famílias Tinoco e Branco, fundadores e proprietários da Rádio Marano FM e Hospital Perpétuo Socorro, ambas as empresas sediadas também em Garanhuns.

Inauguração da Sete Colinas, em 1984

Com a aquisição da empresa, os funcionários da Sete Colinas FM tiveram seus contratos rescindidos e direitos trabalhistas totalmente cumpridos.

Ainda não se sabe qual o direcionamento e conteúdo da programação a ser conduzida pelos novos proprietários, bem como quais os profissionais que devem assumir a comunicação nesse novo momento da emissora da Boa Vista.

A Rádio Sete Colinas FM inicialmente foi fundada pelo empresário Luciano Zacarias, proprietário do Café Ouro Verde; Logo após, foi adquirida pelo então deputado estadual e ex-prefeito duas vezes Ivo Amaral em sociedade com o engenheiro eletrônico Luiz de França (ambos já falecidos) e atualmente vinha sendo conduzida pela viúva de Ivo Amaral, Sra Edjenalva Amaral.


 

Através da senhora Edjenalva, na tarde desta sexta-feira, 26 de Janeiro, a emissora recém adquirida emitiu um comunicado à sociedade, ouvintes e clientes da Rádio.


Confira a referida nota abaixo:


Prezados clientes, ouvintes, anunciantes, fornecedores e amigos,

Tive o privilégio de fazer parte da Rádio FM 7 Colinas durante 37 anos, quando recebemos, eu e meu falecido marido, Ivo Amaral, das mãos do empresário e amigo Luciano Oliveira, a gestão da emissora de radiodifusão. Nesse período, nos quais dedicamos esforços para fazer da primeira rádio FM do interior de Pernambuco uma rádio genuinamente garanhuense e agrestina, atravessamos períodos de bonança e períodos de dificuldades, mas sempre mantendo o foco numa programação local, que valorizasse o povo e os costumes da terra.

Após o um período drástico na vida de muitas empresas - decorrente da pandemia de COVID 19 - fazendo com que quase a totalidade das empresas do ramo atravessassem dificuldades financeiras, a nossa não foi exceção. Concomitante com a chegada de uma idade mais avançada de minha parte e por questões de saúde, aliado aos falecimento de meu esposo Ivo Amaral, não encontrei alternativa, depois de muito refletir, senão me afastar (juntamente com minha família), da gestão da rádio 7 colinas.

Pesarosos, mas com o sentimento de dever cumprido junto aos ouvintes, fornecedores, anunciantes e amigos, tomamos essa difícil, mas necessária decisão.

Muito dessa dificuldade de decidir o futuro da empresa foi em virtude de nossa trajetória com os nossos funcionários e colaboradores - sejam os atuais, sejam os que fizeram parte da empresa - que fizeram história e dedicaram muitos anos levando ao ouvinte a informação com credibilidade e música de qualidade.

Meu esposo dedicou parte de sua vida e sacrificou seu modesto patrimônio para manter a rádio em funcionamento, fato que perdeu o sentido para mim após seu descanso eterno e, ainda, fruto da complicada situação empresarial, uma vez que esse tipo de negócio demanda atenção constante e altos investimentos em tecnologia, tornando-se insustentável para mim e minha família.

Finalizando, apesar do encerramento desse ciclo da família Amaral, a empresa continuará suas atividades, de forma reestruturada, desta feita sob a batuta da família Branco/Tinoco, a qual entende do ramo e certamente manterá o legado e os ouvintes fiéis que a rádio 7 colinas cativou durante sua existência.

Todos os contratos de anúncio e ajustes realizados com os fornecedores serão devidamente cumpridos e, a exemplo de nossa sólida relação de amizade com a família Branco/Tinoco, temos a certeza que haverá a manutenção da relação comercial e de parceria entre a nova gestão da rádio e os clientes.

Não haverá solução de continuidade na empresa e todos os esforços serão empreendidos para integrar a nova gestão e seus métodos às necessidades dos anunciantes.

Dessa forma, subscrevo a presente nota em tom de despedida da administração e da sociedade, mas feliz em manter a empresa em competentes e joviais mãos de garanhuenses, na certeza de que a perenidade e continuidade dessa bela história será mantida por muitos anos.


Garanhuns, 26 de janeiro de 2024


Edjenalva Santana do Amaral - Diretora Presidente.


0 comentário

Commenti


bottom of page