• Marcelo Jorge

Jair Bolsonaro deve disputar reeleição pelo Patriota

O presidente do Patriota, Adilson Barroso, disse nesta 2ª feira que o presidente Jair Bolsonaro aceita se filiar ao partido “sem pedir uma bala” em troca. Deu a declaração na convenção nacional do partido.

Barroso tenta abrir caminho nos diretórios para facilitar a filiação do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e seus aliados. Uma ala da sigla, liderada pelo vice-presidente do partido, Ovasco Resende, e pelo deputado Fred Costa, porém, diz que há ilegalidade na convocação da convenção.


Se vocês [ala contra Adilson] pegassem o partido, ele [Bolsonaro] não vinha nem se desse o mundo para ele. Mas graças a Deus ele vem hoje para o partido por causa da amizade sem pedir uma bala”, disse.


O senador Flávio Bolsonaro (sem partido-RJ) entrou na reunião e anunciou sua filiação à sigla. Ele se desfiliou em 26 de maio do Republicanos e disse que seguiria para o partido que seu pai escolhesse.


Depois de receber Flávio no partido, Adilson Barroso declarou que fará o convite oficial a Bolsonaro para se filiar à legenda.

Já peço que me conceda amanhã ou depois com teu pai para fazer esse convite pessoal e nós vamos ouvi-lo. Gostaria de fazer, como presidente nacional, o convite oficialmente para ele vir ao Patriota“, disse.

Flávio concordou e disse que fará o possível para que o pai seja o mais novo filiado.

Bolsonaro não se pronuncia sobre seu futuro desde 20 de maio.

83 visualizações0 comentário