top of page

É permitida a transcrição total ou parcial das matérias deste blog, DESDE QUE CITADA A FONTE

Banner_site_novos_planos.png
GVP-0040-24_INFORMES-REGULARES-JULHO_RMR_728X90 (3).gif
Cabeçalho Blog Marcelo Jorge Okay.jpg

MEIRA NÃO ESTÁ PRA BRINCADEIRA: Após “fuga” do Ministro, Coronel pede convocação de Flávio Dino

Recém chegado à Câmara Federal, destemido, conservador e bolsonarista de primeira hora, o deputado federal pernambucano Coronel Meira (PL) vem protagonizando ações enérgicas e corajosas junto aos seus pares em Brasília.

Deputado Coronel Meira (PL/PE) deu entrada nessa quarta 12, a um pedido de Convocação na Comissão de Segurança Pública da Câmara Federal para que o Ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, preste esclarecimentos acerca dos acontecimentos do dia 8 de janeiro, sobre a política de armas do Governo Lula, sua visita ao Complexo da Maré, bem como as recentes invasões de terra promovidas pelo Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST).

Na terça-feira (11), Flávio Dino, abandonou a reunião da Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado, onde iria ser ouvido sobre os temas.

Contradições sobre o dia 8 de janeiro: O Ministro Flávio Dino afirmou, através do seu perfil na rede social Twitter: “Essa absurda tentativa de impor à vontade pela força, não vai prevalecer. O Governo do Distrito Federal afirma que haverá reforços. Estou na sede do Ministério da Justiça. ”

Em entrevista ao programa Fantástico, O Ministro foi questionado se ele havia assistido aos ataques aos prédios públicos “de camarote”, pelas janelas do seu gabinete e respondeu que sim. Já na reunião da Comissão de Constituição, Justiça e de Cidadania, realizada em 28 de março, o Ministro declarou que “não estava no Ministério olhando. ” Ao ser questionado sobre a publicação no Twitter, o Ministro declarou que “no início dos eventos, eu não estava no Ministério, depois, eu fui chamado por telefone e para lá fui”, afirma Coronel Meira.

Diante das falas contraditórias do Ministro, o Deputado julgou necessário também dar entrada em um requerimento de informação para que tudo seja esclarecido. "Já temos documentos que comprovam que o Ministro Flávio Dino tinha conhecimento antecipado dos atos de 8 de janeiro. Agora queremos saber qual foi o horário de sua chegada na sede do Ministério no dia dos ataques e por isso pedi as imagens das câmeras de segurança do Ministério da Justiça e Segurança Pública para que não reste dúvida sobre o que aconteceu naquele fatídico dia” concluiu Meira.

Segundo o deputado, se ficar comprovado que o Ministro faltou com a verdade, ele pode responder por Crime de Responsabilidade e sofrer um Impeachment.

0 comentário

コメント


bottom of page