top of page

É permitida a transcrição total ou parcial das matérias deste blog, DESDE QUE CITADA A FONTE

Banner_site_novos_planos.png
GVP-0040-24_INFORMES-REGULARES-JULHO_RMR_728X90 (3).gif
Cabeçalho Blog Marcelo Jorge Okay.jpg

OLHOS NOS ESPORTES E NOS ESTUDOS: Com origem nordestina, atleta mirim se destaca no disputado futebol paulistano

Sem descuidar dos estudos e da formação, Marcos Gonzaga Pitanga Leal vem sendo considerado uma boa revelação no futebol de base em São José dos Campos (SP). Priorizando a sua vida estudantil, o disciplinado atleta vem construindo uma forte reputação no esporte mais amado do país.

Uma jovem revelação do esporte, em um universo que vem sendo a cada vez de difícil penetração, Marcos Pitanga tem apenas 12 anos e compõe a base do futebol paulistano, com perspectivas reais de tornar-se futuro ídolo das torcidas, vem provando que, com disciplina e foco, pode existe conciliação entre o esporte e a formação escolar.

O pai de Marquinhos Pitanga, Marcos Pitanga, é um carioca que chegou em São João/PE aos quatro meses de idade e na adolescência voltou ao Rio para o serviço militar na Marinha do Brasil e posteriormente na Polícia federal. Já a mãe, é a consultora de vendas mineira, Flabiana Leal.

O jovem atacante, apesar de ser visto como um destaque dessa nova geração, já coleciona passagens por clubes como o E. C. Taubaté (Sub 10 e 11) e o São José E. C. (Sub 12 e 13) e atualmente defende o Sub-13 do Atlético Clube Joseense (São José dos Campos - SP) e é filho de um pernambucano, natural de São João, agreste do estado.

Sua carreira precoce, no entanto, não o impediu de participar (e vencer) diversos eventos esportivos em São Paulo como os de Campeão da Copa São Paulo (2023) Sub 12 - Organizada pela Associação Paulista de Futebol; Campeão da Copa Ouro (2024) Sub 13 -, Organizada pela Associação Paulista de Futebol; além de ser o artilheiro da competição, quando em 7 jogos marcou 8 gols, tentos marcados nas vitórias da semifinal e final.

Falta de garra é o que não falta na sua trajetória.


Cursando o sétimo ano do ensino fundamental 2, Marquinhos Pitanga, é bastante aplicado nos estudos, tendo inclusive recebido Medalha de Ouro na Olimpíada de Astronomia e Astronáutica (2022) e medalha de ouro na mostra brasileira de Foguetes (2023), realizadas pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações, sendo um exemplo para outros jovens que desejam seguir a carreira desportiva, mas sem no entanto deixar de lado a formação acadêmica.



Será que o futebol estará ganhando um novo ídolo ou a ciência um novo astronauta?   

 


1 comentário

1 Comment


Francisco Slaf
Francisco Slaf
há 3 dias

Modéstia a parte não posso deixar de dizer que Marquinhos (Pitanga) é um menino de ouro! Extremamente dedicado aos estudos e ao esporte. Acredito muito no esporte e na educação (e vice-versa), esta dobradinha forja futuros cidadãos de bem que contribuem bastante para a sociedade. Sendo um cientista, Marquinhos, acaba retornando para a sociedade aquilo que aprendeu e desenvolveu em sua trajetória acadêmica. Se tornando um jogador de futebol, sua história, se transforma em incentivo para os meninos e meninas que estão na busca por seu ideal no esporte. Parabéns Marquinhos continue assim!!!

Like
bottom of page