• Marcelo Jorge

PÁSCOA COM BARRIGA CHEIA: Governo de S. João entrega 10 mil kilos de peixes e 30 mil de cestas


Mais de 06 mil pessoas integrantes de comunidades mais carentes de São João foram beneficiadas em uma manhã festiva.


Uma grande ação de solidariedade. Porque discurso não enche barriga, mas boa ação pode fazer isso.

E foi com este pensamento que a Secretaria de Assistência Social de São João, realizou nesta quarta (31/3) uma das maiores ações jamais promovidas com esta dimensão naquele município do agreste. A já tradicional distribuição de peixes levou alegria e esperança aos são-joanenses em situação de vulnerabilidade social.

A secretária Ana Luiza, comentou que para o sucesso do projeto, foi necessário apoio de todas as pastas municipais, além do trabalho intenso dos agentes de saúde durante a entrega das fichas, já que havia a necessidade do cumprimento dos protocolos do Covid-19 como distanciamento e higienização. Ela citou a alegria em poder fazer parte deste momento, vendo a alegria nos olhos e os sorrisos da população e agradeceu aos demais servidores municipais envolvidos na mega ação.

O trabalho gerou muita repercussão no município e fora dele em razão da grande quantidade de produtos ofertadas e que chegaram a atender mais de 6 mil famílias. Era visível a emoção de muitos beneficiados que mesmo em meio a uma grave crise sanitária, de saúde e econômica, enxergam ações positivas em um governo que está há pouco mais de três meses no comando do município.


Já o prefeito Wilson Lima (PP), acompanhado dos vereadores que compõem sua base além dos secretários municipais, fez questão de estar presente nos locais de entrega dos peixes, conversando com a população e coordenando os trabalhos. Na oportunidade, visivelmente emocionando, Wilson revelou “É gratificante poder ajudar as famílias carentes de nossa cidade em meio a tantas dificuldades enfrentadas por elas, por conta da pandemia de covid e tudo que o poder público puder fazer para amenizar a situação difícil que a população enfrenta, a prefeitura fará” e concluiu “Eu tenho origem humilde e sei muito bem o que significa uma cesta básica na casa de uma família com necessidades!”


Com informações da ASCOM - São João / Imagens : Higor Nascimento

10 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo