https://d1uzdx1j6g4d0a.cloudfront.net/players/topo/18/62916?identifier=www.radiobrasilnordeste.com&source=1377
 
CARD GRANJA ALMEIDA MAI2022.png
DUO_BANNER HORIZONTAL.jpg

É permitida a transcrição total ou parcial das matérias deste blog, DESDE QUE CITADA A FONTE

Prefeito de Garanhuns em entrevista à Marano FM, fala de ações já realizadas e o que está por vir

A entrevista do gestor socialista vem sendo concedida desde as 10h00 ao programa Manhã Total, ancorada pelo radialista Luciano André.
Reprodução: TV Marano

O Governante de Garanhuns, Prefeito Sivaldo Albino (PSB), está desde as 10 horas da manhã transmitindo uma espécie de prestação de contas dos serviços públicos realizados no município. Acompanhado pelos Secretários de Governo Gedécio Barros, de Comunicação Social, Ronaldo César e pelo Secretário Geral da Codeam , Cayo Albino, Sivaldo falou sobre valores que estão sendo ou já foram investidos em obras públicas.


MUSEU DO FIG E OUTRAS OBRAS

Durante a entrevista, Sivaldo destacou que vem lutando para inaugurar o Museu do FIG no período do Festival de Inverno, o que se transformaria em mais uma atração para os visirtantes, além de manter viva a memória do maior evento artístico-cultural do País, para os que o viram nascer e também educativo para os que nasceram após o início deste grandioso Festival.


HOSPITAL MUNICIPAL

Respondendo a ouvintes, o gestor falou que inicialmente não existe estrutura para realizar a obra no local atual. Ele frisou que as decisões tomadas serão de curto, médio e longo prazo e que a unidade de saúde, uma das suas promessas de campanha, continua sendo prioridade, mas possivelmente estará dentro do longo prazo, portanto nesses seus 04 anos e que neste período, pode se tornar realidade.


MAIS OBRAS

O prefeito ainda falou sobre construção de um novo Centro Administrativo e no Turismo, destacou a requalificação da sementeira e a implantação de um teleférico, como um novo equipamento turístico para o município. Ele detalhou ainda a construção de um Centro de Convenções na cidade, inicialmente orçado em 25 milhões, com origem de emendas do Deputado Federal Felipe Carreras (PSB), ao qual citou em diversas oportunidades.




0 comentário