https://d1uzdx1j6g4d0a.cloudfront.net/players/topo/18/62916?identifier=www.radiobrasilnordeste.com&source=1377
 
MARCELO JORGE - BANNER SEGURANÇA-728X90PX.png
CARD GRANJA ALMEIDA MAI2022.png

É permitida a transcrição total ou parcial das matérias deste blog, DESDE QUE CITADA A FONTE

Secretário Geral da CODEAM, CAYO ALBINO, foi o entrevistado do ‘Quarto Poder’ nesta 4ª na Marano FM

Em uma hora de entrevista, o gestor da Comissão de Desenvolvimento do Agreste Meridional falou sobre sua trajetória, demandas do órgão e parcerias realizadas desde sua assunção.

O programa ‘Quarto Poder’, veiculado de segunda a sexta-feira através das frequência modulada 102,3 Mhz, Rádio Marano FM e ancorado pelos competentes Matheus Fernandes, Lucas Cavalcante e Filipe Barros e que vem solidificando sua audiência em toda a região, levou ao público através das ondas sonoras da potente emissora do bairro do Magano e pelas plataformas digitais nesta quarta-feira (27) uma entrevista com o advogado Cayo Albino, Secretário Geral da CODEAM – Comissão de Desenvolvimento do Agreste Meridional -, entidade que congrega cerca de 28 municípios do Agreste Meridional.

Cayo, que é filho do atual prefeito de Garanhuns, Sivaldo Albino (PSB) tem apenas 23 anos mas já assumiu uma grande responsabilidade frente ao órgão, cuja constituição jurídica fez questão de explicar, esclarecendo inclusive que apesar do Consórcio funcionar conjuntamente com a Comissão, ambas mantém atribuições distintas.


Inquirido sobre as ações realizadas pela Codeam desde que o mesmo assumiu suas funções, Cayo citou a distribuição de cestas básicas em parceria com a prefeitura de Garanhuns; a emenda parlamentar de 1 milhão de reais a ser disponibilizada pelo Deputado Federal Felipe Carreras para aquisição de uma máquina perfuratriz, que será disponibilizada pela Codeam para atender municípios associados. Além disso, ele revelou que a contabilidade do órgão foi reorganizada, sanando problemas como o pagamento de débitos com funcionários;


PARCERIAS

Na entrevista, Cayo Albino informou ainda que vem mantendo parcerias com órgãos públicos como a AESGA e Prefeitura de Garanhuns, além de instituições privadas como o curso Grau Técnico e o recém instalado Atacadão Carrefour para este último, inclusive, disponibilizando espaço físico da Codeam na recepção de currículos para admissão na empresa.

Segundo Cayo, nas parcerias firmadas são ofertados descontos para alunos residentes em municípios associados à Codeam nos cursos técnicos instalados no município.

Narrando sua trajetória no curso que escolheu e no qual tem formação, o Secretário falou sobre a similitude entre o Direito e a política. De acordo com ele, ambos os segmentos tem afinidades que as unem.

PROJETOS FUTUROS

Nelle Martins, Matheus Fernandes, Cayo Albino, Lucas Cavalcante e Magna Godoy, na Marano FM

Entre as ações principais na Codeam, sob a sua gestão, o Secretário explicou que o Consórcio está batalhando para trazer uma junta medica que possa ser disponibilizada para atenção aos municípios associados. Ele exemplificou que os custos mensais para uma prefeitura manter tal serviço, pode ultrapassar os 20 mil reais, tornando-se praticamente inviável para pequenas prefeituras.

Ele garantiu no entanto que, caso o projeto seja viabilizado, as prefeituras teriam custo mensal de 1.500 reais para dispor da citada junta médica.

Cayo ainda falou sobre o possível retorno dos exames de biópsia, que estavam paralisados por falta de recursos. Em relação a administração, quer se criar um regimento interno segundo ele, inexistente até hoje na Comissão, digitalização de todos os documentos e ampliação de parcerias, como o programa federal “Digitaliza Brasil”, realizada com Ministério da Comunicações.


140 MIL PARA CODEAM

Sobre as informações de uma suposta doação de 140 mil reais autorizadas pela Câmara Municipal para a Codeam, Cayo Albino negou veementemente, atribuindo o fato à politização e “fake News” distribuídas por opositores ao seu pai, que além de prefeito do município também é Presidente da CODEAM.

No seu esclarecimento, Albino explicou que a Codeam recebe mensalmente apenas R$ 2.500 da Prefeitura de Garanhuns, referente ao valor que os demais associados na região também repassam, o que garante a manutenção do órgão.

Sobre os R$ 140.000,00 para a Codeam, Cayo disse que o que foi realizado é “totalmente legal”, tratando-se de uma previsão orçamentária a ser incluída no orçamento público.

Cayo também alfinetou o antecessor de Sivaldo, ex-prefeito Izaías Régis (filiando-se ao PSDB), revelando que “as gestões municipais anteriores sabiam desse repasse e estas também repassavam valores para a Codeam”, citando ainda os débitos atribuídos ao Governo anterior e “herdados” pelo atual Governo socialista.
(Fotos: Thomas Ravelly/Codeam)
0 comentário