https://d1uzdx1j6g4d0a.cloudfront.net/players/topo/18/62916?identifier=www.radiobrasilnordeste.com&source=1377
 
MARCELO JORGE - BANNER SEGURANÇA-728X90PX.png
CARD GRANJA ALMEIDA MAI2022.png

É permitida a transcrição total ou parcial das matérias deste blog, DESDE QUE CITADA A FONTE

SEM SUCESSORES: Renúncia de RENAN FILHO, Governador de Alagoas, deve provocar novas eleições

Atualizado: 4 de abr.

Cumprindo o prazo de desincompatibilização do cargo para chefes do Executivo, o filho do Senador Renan Calheiros despediu-se do mandato neste último sábado e deve disputar em outubro vaga também no Senado

No prazo dinal dado pela justiça eleitoral para as descompatibilizações de servidores com mandato eletivo, o atual Governador de Alagoas, agora é ex. Renan Filho deixou a função no último sábado e o que seria um trâmite normal com assunção imediata do vice governador, transformou-se em uma maratona que deve provocar uma eleição indireta na Assembleia Legislativa daquele estado. Isso deve-se ao fato de Luciano Barbosa (MDB), eleito vice-governador de ‘Renanzinho’ em 2018, tornou-se prefeito de Arapiraca em 2020.

Mesmo sem a concordância de Renan Filho e do pai deste, senador Renan Calheiros (MDB), seu vice Luciano já vislumbrava a prefeitura da maior cidade do interior de Alagoas. Foram inclusive até o tapetão na tentativa de impedir a saída do vice-governador e sua candidatura a prefeito.

Após indas e vindas e já eleito no entanto, Luciano Barbosa selou politicamente a paz com os Calheiros

Na sequência na linha sucessória está o Presidente da Assembleia Legislativa de Alagoas, Marcelo Victor, mas esse será candidato a reeleição e não apresenta interesse em assumir o estado.

Seguindo a Legislação, portanto, o cargo de governador deverá passar às mãos do presidente do Tribunal de Justiça de Alagoas, desembargador Klever Loureiro, que no entanto deve permanecer na função por no máximo 30 dias, prazo no qual os deputados estaduais alagoanos devem escolher um novo governador e seu vice.


FLÁVIO MORENO A CAMINHO DE BRASÍLIA

Flávio Moreno agora no PP, terá apoio de Lira para uma vaga na Cãmara

Ainda sobre a política na ‘Terra dos Marechais’, o policial federal Flávio Moreno, deve ser um dos pré-candidatos à Câmara Federal com apoio do presidente daquela Casa, deputado Arthur Lira (PP-AL).


Moreno que é conservador, foi filiado ao antigo PSL (atualmente União Brasil, após fusão com DEM) , e desde o primeiro momento vem apoiando o presidente Jair Bolsonaro naquele estado, conseguindo inclusive através de um forte trabalho eleitoral, com que o atual presidente tivesse votação majoritária na capital Maceió: 61,63% (268.027 votos) contra os 38,37% (166.838 votos) para Fernando Haddad. O policial já está filiado ao Partido Progressista (PP), tendo inclusive reunido aliados para coordenação da pré-campanha.


Como candidato a Senador em 2018, Flávio Moreno obteve a expressiva marca de 142.757 votos dos alagoanos e tem boas chances de tornar-se um dos nove parlamentares a representar Alagoas a partir de 2023 em Brasília.
0 comentário